quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Vai um chocolate de licor aí?

chocolatelicorO excesso de escrúpulo de certos crentes me assusta. Ou seria fanatismo mesmo? Ou insensatez? Ou os três? Bom, deixa pra lá. Hoje um colega contou que entrou numa loja para comprar chocolates. E, enquanto realizava sua compra, um crente que também estava na loja se recusava a provar um chocolate somente porque continha licor. “Isso aí tem álcool. É coisa do diabo. Não vou comer”, exclamava. Sua atitude arrancou risos e comentários sarcásticos do pessoal que estava na loja. Inclusive desse meu colega, que lhe fez a seguinte sugestão: “se não quer, então deixa pra mim” – o que deve ter aumentado mais ainda os decibeis das gargalhadas.

Será que essas pessoas estavam rindo da “loucura de Deus”, da qual fala Paulo (1 Co 1.18ss), ou da loucura dos crentes? Será que esse irmão pensou que estava mesmo dando bom testemunho ao recusar um chocolate somente porque continha um teor irrisório de álcool? Será que ele esperava que os incrédulos o vissem como uma pessoa realmente “diferente” (“sal da terra… luz do mundo” ) ou “alienada” (“se o sal vier a perder o sabor”… “não vos peço que os tire do mundo”…)? Ou será que ele estava com medo de ser pego no teste do bafômetro?

Fiquei pensando em como ele me julgaria se me visse tomando uma taça de vinho, ou ouvindo música secular, ou citando Fernando Pessoa em uma pregação. Será que ele diria que eu também sou “do diabo”? A propósito, vai um chocolate de licor aí?

Soli Deo Gloria!

Share |

1 comentários:

Paulo Brasil - Atraves das Escrituras disse...

Irmão,
Já estive em situações semelhantes, mas me comportei de forma diferente;
Concordo com relação do álcool e satanás ser absurda;
Não acho que os comportamentos citados sejam adequados para orientação dos santos;
Os textos abaixo, para mim, dão-me a segurança necessária para conduzir-me;
A fé que tens, guarda-a contigo mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova. (Rm 14:22)

Pelo que, se a comida fizer tropeçar a meu irmão, nunca mais comerei carne, para não servir de tropeço a meu irmão. (1Co 8:13)

Quanto ao licor, obrigado!
Em Cristo

Postar um comentário

Muito obrigado por comentar as postagens. Suas opiniões, observações e críticas em muito nos ajuda a buscar a qualidade teológica naquilo que escrevemos. Se for de opinião contrária, não ofenda - exponha sua perspectiva educadamente. Comentários anônimos não assinados ou desrespeitosos não serão publicados. Todo debate será bem-vindo!

Que Deus o abençoe!